Hi-TECH - 07/04 a 14/04/2021

Atualizado: Abr 21


Highlights da semana de 07 a 13 de abril de 2021.


Impressionado com a força do "fazer"! Tenho trabalhado e pesquisado a respeito do tema "O trabalho no Futuro" e, cada vez mais, vejo o quanto é importante a ação e a execução para tirar as ideias do papel.


Às vezes brincamos muito com a expressão "papo de coach" que usamos entre nós para brincar com a onda dos milhares de brasileiros que se intitulam coachs, apenas porque acham legal ou porque leram algum livro por aí. Muito longe aqui, a ideia de menosprezar a atividade de coaching que é muito importante e respeitada pelo mundo lá fora, mas clarear que a ironia brasileira é capaz de bagunçar qualquer coisa.


Guardado o devido disclaimer, as ideias só realmente nascem quando a prática começa. Com ela, a vida da ideia se inicia e temos a real noção de todas as coisas envolvidas (um emaranhado!). Fantástico como, de um simples ato, surgem toneladas de dúvidas e medos. Tudo parecia tão acomodadamente certo na teoria e, em um passo, toda a certeza desmorona. Esse é um passo empolgante para uns e amedrontador para outros, e esse sentimento precisa ser trabalhado, ou seja, fazer com o medo dê lugar à empolgação do desafio onde a possibilidade de falha existe, é reconhecida e, se acontecer, foi apenas a vida normal acontecendo e nos dizendo que precisamos tentar novamente, fazendo desse erro mais um degrau a mais...


Nesses momentos surge a descrença do tal "papo de coach" que diz que tudo é fácil, mas não faz e não mostra as próprias tentativas... É o tal do: "falar é fácil, difícil é fazer". Errar e achar bom não existe! Existe é a habilidade de recomeçar que é duramente treinada até que vire um hábito. Existe sempre um caminho, mas nunca será um caminho fácil...


Semana em que tive a oportunidade de trabalhar com pessoas realmente comprometidas com a vida real e que querem fazer a diferença para os outros, afinal, não é sobre VOCÊ, mas sobre os OUTROS.


Muito orgulhoso de fazer parte dessa equipe que constrói o TechSocial todos os dias, botando a mão na massa e fazendo dos erros os degraus de melhoria para as próximas empreitadas. Muito reconfortante, num momento de cos como esse que vivemos, ver as coisas tomando forma e as pessoas engajadas. Muito obrigado!


O TechSocial, com seu conteúdo e serviços, pretende motivar as pessoas, independente de faixa etária e posicionamento na carreira, a encarar o desafio de um mundo BANI com o maior número de técnicas e ferramentas possíveis, para melhorar a probabilidade de sucesso.


A função do Hilights é, justamente, mostrar a transdisciplinaridade e a interdisciplinaridade necessária para navegar no Ambiente 21 (A21 - Ambiente do Século 21), agregando os mais variados assuntos sob o ponto de vista das conexões, e consequente análise de cenários, que esses assuntos podem ter para um profissional que procura ter um repertório adequado ao mundo atual e futuro...


Vai ver... E AGIR!


TOP1

O respeito é a base da coexistência humana! Bem, pelo menos deveria ser, no meu ponto de vista. O que é sistêmico em nossa cultura está sendo repassado para as nossas crianças e jovens como algo normal, usual. NÃO pode ser assim! Num ambiente em que a diversidade é sinônimo de prosperidade e sucesso, o respeito pela mulher dever ser regra e não exceção. Independentemente se quem está se comunicando conosco seja real ou uma IA. Parabéns ao Bradesco pela excelente iniciativa... Vai ver...


Pesquisa do Mercado livre faz o raio-x dos hábitos de consumo online e mostra que o varejo digital cresceu muito e cresceu para ficar, ou seja, não é um fator pontual ou temporário. Ficaram evidenciados novos hábitos de compra e de expectativa de uma jornada sem atrito para essa compra. No rastro de um consumidor que se tornou phygital não há como evitar a transformação Digital dos negócios... Vai ver...


Achar um oceano azul é algo muito legal, mas manter esse oceano com essa cor demanda rapidez, atenção ao detalhe e muita, mas muita grana mesmo para um growth hack implacável e sustentável. O Clubhouse, em 13 meses de vida, já pode chegar a US$ 4bi em valor! Impressionante. Mas, a vida para eles não tá fácil, nada de descansar e aproveitar o sucesso, pois todos as grandes techs estão no percalço... Vai ver...


TOP2

O pensamento computacional é uma habilidade básica para o A21 (Ambiente do Século 21). A criação dessa habilidade pode ser feita de várias maneiras, mas, aprender a programar é, na minha opinião, a mais rápida e a mais interessante. Esse caminho por dar às pessoas uma noção clara do que está inserido dentro quase tudo com o que interagimos hoje. De fato, aprender a programar pode mudar a sua vida... Vai ver...


Muito importante avaliar a história como uma base para entendermos o nosso presente e tmb parte de nosso futuro. Vivemos em ciclos para vários tipos de eventos e, é muito interessante notar que nos eventos cujo tempo ultrapassam as gerações, como a repetição dos ciclos pode ocorrer como se a humanidade nada tivesse aprendido com o seu passado. Olhando para o Papa Alexandre 7° no século 17, vemos que alternativas como as que são propostas hoje funcionam. Funcionam porque a história mostra as evidências estatísticas e não pelas vozes das crendices populares à solta, tanto hoje, como naquela época. Rapaz, as Fake News são velhas, visse! Pois é, tá bom de dar uma olhada no passado para aprender o que dá certo e o que não... Vai ver...


TOP3

“... a busca por realização passa pela qualidade das relações. E que em um momento em que pessoas se despedem de parentes no hospital por videochamadas, é preciso parar e refletir sobre as nossas escolhas”. Scott Galloway é um cara o qual respeito muito e que, nesse contexto, tem insights muito poderosos e uma bagagem (repertório) para justificar suas posições e acertos. A pandemia trouxe revoluções importantes, do lado bom e tmb do lado ruim. A frase citada no início, dispensa comentários em relação ao novo papel das questões holísticas dos seres humanos, tão desprezadas ao longo dos tempos. Uma coisa das ruins que merece destaque é a questão da concentração de poder com as Big Techs e com dos mais ricos. A classe média é o fator de equilíbrio histórico para a obtenção da paz e da prosperidade, então o nosso sistema financeiro tem que valorizar isso sob pena de se autodestruir... Vai ver...


A ameaça “roxa” mostra o poder das interações digitalizadas e de como o mercado caminha a passos firmes para o contexto phygital. A transformação Digital se tornou mandatória de uma forma extremamente rápida com o advento da pandemia. Uma transformação que não é simples, pois exige mudanças profundas de comportamento nas empresas, mas que tem que ser feita a toque de caixa e sem mimimi. Não tem volta... Vai ver...


A sigla ESG (environmental, social and governance) tem se tornado ponto focal para várias empresas mostrarem, ao seu público, a importância que dão ao meio ambiente e quais são as ações que estão fazendo para tirar isso da caixa das ideias, e jogar na caixa das ações. Intermediar e dar suporte a esse processo é tmb de fundamental importância para criar ações reais. O uso da tecnologia blockchain, como forma de rastreabilidade de produtos reciclados, que a startup Polen está usando servem de inspiração... Vai ver...


O consumidor está cada vez mais phygital, então o relacionamento com ele tem que estar no digital e não ter limitações espaciais ou temporais. E quando o consumidor tem deficiências que inviabilizam o acesso de alguma forma? Vamos lá e buscamos uma solução! A Magalu quebrando paradigmas ao incluir atendimento em Libras no relacionamento com o seu cliente... Vai ver...


Vulnerabilidade está associada diretamente à liderança, pois o líderes são pessoas e, como tal, cometem erros e têm seus fantasmas próprios perturbando. O que se busca hoje são líderes e não chefes, então... Veja...


Entender o público que você quer chamar de “seu” é o primeiro passo para ter uma chance no mundo do empreendedorismo, e mais ainda quando consideramos a necessidade de inovar sempre. Como o mundo gamer sem inovação não existe, então o conhecimento íntimo desse público se torna mais importante ainda. E, Olha só: as mulheres são a maioria, 41,6% dos jogadores e são também as que mais preferem jogar no celular. Por falar em celular, esse é o meio favorito dos brasileiros 41,6%... Vale a pena ver...


TOP4

A longevidade tem proporcionado coisas que muitos sequer imaginavam possíveis a algum tempo atrás. A mistura geracional no mercado atual é algo desafiante e ao mesmo tempo interessante. Baby Boomers, Xs, Ys e Zs, tudo junto e misturado no dia a dia, tanto no lado que consome como no lado que produz, leva à necessidade de abordar a visão tecnológica de cada um, como fator importante de integração e colaboração efetiva e saudável... Vai ver...


A pandemia está revolucionando (e o efeito será duradouro) muita coisa, entre elas a aprendizagem e o trabalho. Alguns pontos para refletir: 1) acabou o mito de que o treinamento para trabalhar em casa e on-line é impraticável ou ineficaz; 2) O aprendizado digital e o aprendizado via telepresença se tornarão uma parte aceita e “obrigatória” de um ambiente misto de trabalho e aprendizado; 3) O design instrucional tradicional seguirá as dicas do design instrucional que prioriza os dispositivos móveis; 4) Mais abertura para uma diversidade de soluções resultará em menos soluções de tecnologia de cima para baixo e de tamanho único dentro das empresas. Achou pelo menos um dos pontos digno de avaliação? Então... Vai ver...


Quase sempre a palavra inovar, e mais ainda a disrupção, se alinham com a sensação de velocidade. Sempre tenho esse sentimento quando converso sobre esses temas. Noto que as pessoas já se fixam no contexto da alta velocidade do digital e da agilidade rápida! Mas será isso mesmo? Uma das coisas que aprendi, é que o ser humano tem ojeriza a mudança, então um dos caminhos é mostrar coisas novas misturadas com as velhas para que se desperte a sensação da familiaridade, pois facilita o processo de adesão. Isso tem tudo a ver com o tempo que levamos para inovar... Vai ver que é interessante...


Já ouviu falar em Belíndia? Pois é, aprendi essa hoje, não conhecia o termo cunhado a 47 anos pelo economista Edmar Bacha: Um país com leis e impostos da Bélgica (país rico e pequeno) com a realidade social da Índia (pobre e gigante). Se tem uma coisa que a pandemia fez foi criar diferenças e aprofundar ainda mais as que já existiam, ou seja, os grandes ficaram maiores e os menores ficaram ainda menores. Ferrari, por exemplo, cresceu 60%, com Porsche e Audi correndo na mesma direção... Vai ver...


TechSocial, [10.04.21 17:26]

Na ConversaTECH de 2021, além da repaginada, explicamos um pouco mais da TechSocial e seu propósito, sem falar que vem muito conteúdo legal por aí...


...Então, se prepara, pega a caneca, com café (ou não... rsrs) e vem conversar com a gente. Confere no IGTV do TechSocial


Quem disse que não dá dinheiro? Quem disse que não dá certo? Com tecnologia e vontade podemos chegar muito longe e de braços dados com a natureza. Agricultura regenerativa mostrando as possibilidades... Vai ver...


Matemática costuma ser o bicho papão dos estudantes, mas é esta linguagem que nos ajuda a entender o universo em que vivemos e fazemos parte. Nada mais lógico do que imaginar que, se o nosso universo segue regras lógicas, nós e nossas vidas também seguem. Mesmo que sejam difíceis de perceber devido à confusão que fazemos, as leis estão lá. Que tal usá-las a nosso favor para viver melhor... Vai ver...


Replique e inove

Quando se trata de inovar, contra a intuição, acho que a maneira mais certa de produzir algo novo e digno de nota é começar replicando um trabalho que você admira. Se você está fazendo música, primeiro toque a música de seus artistas favoritos, depois faça músicas como as deles, e somente quando tiver dominado isso é que você precisa seguir seu próprio caminho. Se você admira Hemingway, pratique escrever como ele e sua própria voz provavelmente se desenvolverá por si mesma. Antes de ajudar a desenvolver o cubismo, Picasso foi um artista talentoso.


É fácil olhar para o melhor e pensar que você tem que ser diferente. Mas ficar de pé primeiro torna mais fácil ficar sobre os ombros de gigantes.


Além do mais, copiar exige muito menos pressão.


Replique e inove. Veja também o livro Roube como um Artista de Austin Kleon


Os NTFs (tokens não-fungíveis) viraram o mote da vez por revolucionar o mercada de arte e de colecionáveis. Com eles torna-se possível não só comercializar, mas transacionar itens digitais. O pessoal do marketing está entrando de cabeça criando itens colecionáveis para brindar os consumidores. Pizza Hut, Taco Bells e agora o McDonalds criando pequenos quadros digitais que representam seus produtos e que estão sendo oferecidos como brindes em uma campanha publicitária. Os consumidores que ganharem precisarão ter uma carteira de Blockchain para poder se tornarem donos dos itens digitais. Uma vez dono, você pode fazer o que quiser com esses itens, inclusive leiloá-los... Vai ver...


TOP5

Quando leciono disciplinas de desenvolvimento de Sistemas de Informações, aplicativos mobile ou web, procuro mostrar a importância de tornar a experiência do usuário a mais fluida possível, ou seja, sem atritos. Um dos atritos que passam despercebidos é o Paradoxo da Escolha explorado pelo psicólogo Barry Schwartz. Nele, o autor mostra, por A + B, que o maior número de opções eleva a ansiedade do usuário. Então, precisamos ajudar o usuário em algumas decisões limitando a quantidade de opções para favorecer a redução do estresse e ele aproveite melhor a experiência. O projeto de qualquer coisa que atenda ao consumidor/usuário precisa levar em consideração o dilema opções x ansiedade... Vai ver...


As operadoras de telecomunicações estão tendo que se adaptar aos novos conceitos de sociedade por serem as principais fornecedora do que, em breve, será a infraestrutura básica de troca de informações entre pessoas e dispositivos na internet: a IoT. O 5G (e o já comentado 6G) vão colocar no “ar” a possibilidade de comunicação sem fio com um poder ainda não visto. Adentraremos num novo conceito de conectividade que vai permitir tornar realidade o que muitas pessoas ainda acham que é ficção... Vai ver...


Uma das razões das ferramentas ágeis sofrerem com uma descrença generalizada é, a meu ver, a ausência do ambiente colaborativo tão necessários para que elas realmente funcionem. Tentar ser ágil sob uma estrutura hierarquizada de controle e aprovação, simplesmente não rola. A agilidade está intrinsecamente ligada a autonomia individual e do grupo para resolver problemas. Por isso que o TechSocial bate tanto nas habilidades do século 21, pois sem elas não existe autogestão e, sem ela, não existirá mais emprego... Vai ver...


O governo chinês abriu as portas para um crescimento absurdo de sua economia, porém não mudou seu estilo e tmb nunca disse que mudaria. A tradição de quem manda ser o governo central não vai mudar tão cedo, então o negócio é se aliar à regulamentação e ver novas formas criativas de continuar crescendo. Para o governo é um desafio no mínimo interessante, crescer a todo o vapor, mas sem perder as rédeas do controle absoluto... Vai ver...


Falamos muito sobre o 5G e o IoT como sendo o futuro inovador que vai trazer enormes benefícios, e tornar nossa vida incrivelmente mais fácil. Vamos colocar os pés no chão, ok?! Primeiro, o 5G tem de chegar, se instalar e funcionar... Fazer isso no nosso Brasil já é um enorme desafio por si só. O nosso mercado está dividido apenas entre 4 grandes players o que fica pouco quando se olha a quantidade de investimento para colocar a rede para funcionar de uma forma realmente útil para o país. Utilidade significa, colocar para rodar de forma que todos possam se beneficiar no sentido básico da economia, ou seja, ter qualidade, gente e negócios suficientes para que a demanda pelos serviços permita um preço competitivo e, paralelamente, potencializar o crescimento tanto dos usuários, como dos próprios serviços. Uma tarefa não muito simples... Vai ver...


Saber o que é e de onde veio é muito importante para o embasar de nossas decisões. Gostando ou não, as crypto moedas estão aí e vão ficar. O Blockchain já se tornou base para vários outros negócios disruptivos que não dá mais para ignorar. Se, de fato, as moedas digitais são ou não o futuro do dinheiro só o tempo vai dizer, mas, por hora, é bom a gente conhecer um pouco da sua história... Vai ver...


E, por agora, é só! Um grande abraço e até a próxima semana...

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo