Hi-TECH - 11/08 a 17/08/2021


Highlights da semana de 11/08 a 17 de agosto de 2021.


Seção TEMA da semana:


O Taleban e o TechSocial!


Com todo o estardalhaço que a retomada do governo afegão pelo Taleban gerou, achei legal colocar algumas palavras sobre o assunto e tentar explorar algumas conexões.


Afinal, o que um negócio acontecendo do outro lado do mundo pode ter a ver com a nossa vida? Num mundo conectado como o nosso atualmente, onde um vírus tomou conta do globo em algumas semanas? Tudo!


A geopolítica internacional afeta os humores do mercado de forma instantânea e isso reflete no custo do nosso dia a dia em, no máximo, 15 dias, que o tempo médio de giro de estoque do supermercado (chute, tá. Os números que achei não são de uma pesquisa formal).


Há 42 anos, a antiga URSS invadia o Afeganistão numa guerra sangrenta que durou uma década. Na época, foi a oportunidade dos EUA fazerem a URSS sofrer o mesmo pesadelo que eles tiveram no Vietnam anos antes. Então, armaram e treinaram os rebeldes mujahideen para que pudesse infligir o maior dano possível aos soviéticos. Em 1989, com a derrocada soviética, os EUA deram sua tarefa por encerrada e foram embora. Dos antigos rebeldes surgiu o Taleban, que, após uma guerra civil, assumiu o governo do Afeganistão. Em 2001, tivemos o famigerado ataque às Torres Gêmeas e a culpa recaiu sobre o regime Taleban que tinha dado todo o suporte para o então líder da al qaeda, Osama bin Laden, preparasse o ataque. Disso, iniciou-se a invasão americana ao Afeganistão que durou até agora...


Segundo Carlos Gustavo Poggio, professor de Relações Internacionais da FAAP, "Os Estados Unidos cometeram um equívoco e acharam que o inimigo do seu inimigo era seu amigo, e houve grupos que se aproveitaram dessa visão americana um pouco ingênua. Não levaram em conta que o país tem uma lógica tribal e não a de um Estado nacional, organizado segundo o modelo ocidental. Os códigos são distintos”.


E, segundo Sidney Ferreira Leite, doutor em História Social e professor das Faculdades Rio Branco, "Quando olhamos não só para o Afeganistão, que continua tão caótico quanto há 20 anos, mas também para Iraque, Síria e Líbia, vemos o fracasso desse modelo americano de fazer valer sua democracia sobre sociedades que têm forma de organização completamente diferente”.


Depois da revisão histórica e das considerações dos experts sobre geopolítica, o que alguém cujo objetivo é discutir tecnologia e sociedade pode tirar disso tudo?

Uma das coisas, na minha opinião, é o fato de que temos uma cultura com as lentes do preconceito em guarda, vendo o mundo como se só existisse um jeito certo de fazer as coisas, o dela!


Mas, a despeito de todos os interesses envolvidos, o que torna esse contexto bastante complicado, me pergunto se podemos julgar os EUA quando, nós mesmos, fazemos isso todos os dias? Afinal, não falta preconceito cultural em nosso dia a dia, não é?


O jeito “certo” depende da cultura que pretende resolver o problema. O direito de escolha individual sobre o próprio modo de vida deveria ser a base para o respeito aos indivíduos e do todo o resto que vem a seguir disso. Vale uma reflexão!


A metodologia Startup YOU, desenvolvida no TechSocial e trabalhada na Mentoria de mesmo nome, é um processo que oferece um ATALHO para a construção da sua Startup YOU.


O TechSocial, com seu conteúdo e serviços, pretende motivar as pessoas, independente de faixa etária e posicionamento na carreira, a encarar o desafio de sobreviver em um mundo BANI (Frágil, Ansioso, Não linear e Incompreensível.


A função do Hilights é mostrar a transdisciplinaridade e a interdisciplinaridade necessária para navegar no Ambiente 21 (A21 - Ambiente do Século 21), agregando os mais variados assuntos sob vários pontos de vista, para que você perceba as conexões que, muitas vezes, não estão muito a vista.


Venha ver e... Startup-SE e insPIRE!


Seção 1000 Palavras:


Para quem acha que jogar é um "negócio" para crianças...



Mudanças tecnológicas à vista...


Seção PERCEPÇÃO atenta:


TOP1

Educação do FUTURO.

Como devemos pensar a educação para aproveitar os avanços tecnológicos?


Levar o analógico para o digital de forma direta, nem sempre (diria até na maioria das vezes...) produz resultados adequados. O Ensino Remoto é, para mim, um dos exemplos disso. Numa situação de calamidade que vivemos foi a solução possível e, portanto, bem-vinda, mas, considerar essa mesma estrutura para transformar a educação presencial em uma educação remota, simplesmente não funciona. Precisamos de um olhar diferente para que obtenhamos resultados promissores... Vai lá ver...


Na onda das lawtechs, ter um robô como advogado pode ser bom. Bom para o cliente e bom para o advogado, desde que o o vírus da inovação tenha picado o advogado... Vai lá ver...


TOP2

Idoso? É o que mais tem!

Que tal aproveitar um dos maiores nichos de mercado que ainda não foi notado?


Hei pessoal, a população está envelhecendo! Já, Já, teremos mais velhos do que jovens no mundo e, ainda assim, não criamos design para as pessoas com mais idade? As pessoas de 60 ou mais anos estão na "flor" da idade produtiva no Ambiente 21, e precisam de produtos com design apropriado para elas mais do que nunca, mas, parece que o mercado dos jovens tecnológicos cisma em não olhar para eles... Estão perdendo um grande nicho de mercado de vista... Vai lá ver...


Para quem se interessou pela postagem anterior, segue o link do TEDx "Why do we abandon great design when it is for 'the elderly'?" do Prof. Jeremy Myerson...


TOP3

FALHE!

Incorporar o ato de falhar é essencial para INOVAR!


Errar é humano, mas o erro em si é intolerável! Na nossa cultura, só se contam as boas experiências, as más vão para debaixo do tapete, pois são a vergonha que não pode ser exposta. No mundo do empreendedorismo e, principalmente, no Ambiente 21, essa cultura tem que mudar! Tem que mudar pois, sem errar, não se cria inovação e, sem ela, o destino é o caixão. O mais importante sobre os erros é aprender com eles para que não se repitam, ou seja, vc só está liberado para cometer NOVOS erros...


Muitos classificam o ato de falar consigo MESMO como algo infantil, porém, em um ambiente em que falamos constantemente em reacender a criança existente em nós, essa "infantilidade" é, deveras, bem-vinda! Questione-se!


Em tempos da ascensão da comunicação digital, onde o alcance é global, temos nos deparado com a Violência brutal das Palavras! Uma conversa sobre a impunibilidade da internet, onde as palavras são usadas como armas, trazendo sérias consequências para as pessoas, principalmente para os jovens da geração de "cristal".


Já faz um bom tempo que eu postei algo por aqui falando que, o modelo de negócio dos cinemas, teria que se reinventar e apontar para uma experiência mais significativa se quisesse sobreviver. Bem, a recente briga entre a "Viúva Negra" e a Disney, revela que os valores do streaming não são para se jogar fora e que, os ingressos, podem estar com os dias contados. Interessante conhecer um pouco da história de como essa indústria veio, do início do século 20, até os dias de hoje... vai lá ver...


"É claro que me entristeço, mas me lembro de um ditado que minha mãe sempre repetia: ‘onde vocês estão, eu já estive; onde estou, vocês estarão'". Como pai e divorciado, é um relato triste de ler, porém esse ditado é a mais pura verdade. Uma pena que não estaremos por aqui para ver nossos filhos e filhas entenderem muito do que nós dissemos e fizemos. Aconteceu comigo! Com você também?


Entender os movimentos contínuos dos cenários que nos envolvem é crucial para a sobrevivência no Ambiente do século 21! Frase batida aqui pelo TechSocial o tempo todo, chega a encher a paciência, mas é verdade. Com a pandemia, o setor de bem-estar cresceu enormemente, não só para a casa, mas visando o futuro retorno para os escritórios... Vai lá ver...


TOP4

APAGÃO na TI.

Apesar do enorme desemprego, existem milhares de vagas em TI que não possuem gente qualificada pra assumir...


Hoje pela manhã, falando com os meus alunos, abordei o assunto sobre a quantidade de vagas disponíveis em TI e a ausência de material humano qualificado, para assumir essas posições de trabalho. Esse apagão está instalado e não temos, a curto prazo, uma solução para ele. Interessante o que o artigo cita obre os profissionais procurados: “precisam de habilidades e capacidades bem próprias, como a facilidade de acompanhar e desenvolver raciocínios lógicos, alto poder de abstração e conexão de ideias, afinidade com análise de dados e capacidade de compreender e criar processos eficientes, entre outros.”. São habilidades que não são ensinadas na escola e nem na universidade! Quando se juntarem a essas, os outros 3 Cs (Comunicação, Colaboração e Criatividade), o caldo fica ainda mais grosso e difícil de digerir. Um artigo que vale a pena conferir...


Como tudo em nosso universo é conectado, de um lado temos um apagão na TI, do outro a chamada economia GIG, baseada nos freelancers, dando as caras pra valer! Dizer como será o futuro não é possível, mas temos uma transição tumultuado pela frente quando juntamos no mesmo balaio do dia a dia, os empregados efetivos e os tempos parciais. A contratação como “part time” está engatinhando aqui no brasil, mas a contratação terceirizada em áreas importantes do negócio, já é antiga, especialmente na área de TI. Vale a pena começar a perceber as novas discussões que, seguramente, chegarão ao nosso mercado de trabalho...


Continuando na mesma vibe do mercado de trabalho, mais uma lenhazinha para aumentar a fogueira. Já que não tem mais o custo de transporte para ir e vir do trabalho, que tal uma redução de salário para você trabalhar de casa? Justo? Ou mais pressão das Big Techs para a volta presencial aos escritórios? Comenta aí...


TOP5

CONHECIMENTO, o desafio de TODAS as disciplinas!

Manter-se ATUALIZADO é um dos principais desafios do Ambiente 21!


O desafio não é só da tecnologia, a evolução do conhecimento humano tem se acelerado exponencialmente em todas as áreas, na medicina não seria diferente. Acompanhar essas mudanças e se manter ainda surfando a onda sem ser engolido por ela precisa do domínio de novas habilidades. O que não muda é o tal dos 4Cs como as habilidades primordiais para a sobrevivência: Comunicação, Criatividade, Colaboração e Critical Thinking. Vai lá ver ...


Juntando as mudanças no conhecimento mostrado na postagem anterior, as tais habilidades do Ambiente 21, serão também necessárias para as mudanças que acompanham o regime de trabalho/remuneração dos médicos em geral. As inovações propostas por várias healthtechs vão trazer ainda muita mudança daqui para frente...


Estar ligado no que vai acontecer no mundo do trabalho é algo essencial para baixar a ansiedade e permitir uma preparação melhor e sem tanta pressa. Estamos iniciando um processo de transição, onde muitos profissionais vão sair do home office e voltar para o escritório, ou começar no contexto diferente do trabalho híbrido, então, toda a informação é bem vida. Um artigo que achei legal sobre o assunto...


O fantástico mundo da robótica no behind the scenes da Boston Dynamics... Muito massa...


E, por agora, é só! Um grande abraço e até a próxima semana...




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo