Hi-TECH - O que eu e você temos a ver com o Metaverso?


Highlight da semana de 29/12/2021 a 04 de janeiro de 2022.


TEMA da semana:


O que eu e você temos a ver com o Metaverso?


Vou começar o primeiro Hi Tech de 2022 contando uma história.


Era uma vez, no ano de 1999, um cara meio louco chamado Philip Rosedale, criou a empresa Linden Lab e, em 2003, lançou uma plataforma de simulação de um "mundo virtual" chamado SecondLife. Ele não foi o primeiro "mundo virtual" a ser lançado naquela época, porém inovou ao implantar uma política onde os usuários tinham os direitos de propriedade intelectual sobre o conteúdo que eles criavam dentro da plataforma.


A plataforma atingiu um crescimento explosivo e, de repente, existiam pessoas (muitas até...) que estavam passando mais tempo no "mundo virtual" do que no mundo real, o que gerou várias discussões intensas sobre os problemas psicológicos que tal atitude poderia acarretar. Qualquer semelhança com a atualidade é mera coincidência, rsrs.


Já que os usuários teriam a propriedade intelectual de suas criações, o sistema dispunha de um marketplace onde as pessoas poderiam adquirir vários itens desenvolvidos, tanto pela criadora da plataforma, como aqueles criados pelos usuários. As transações se davam através de uma moeda do próprio jogo, a qual era alimentada através de um cartão de crédito real. Ou seja, os itens eram digitais, mas o dinheiro era real.


Dá para imaginar onde isso levou né? Várias pessoas passaram a monetizar as suas habilidades dentro do SecondLife e, muitas delas, fizeram dessa atividade a principal provedora de recursos para a sua sobrevivência. Criaram-se então, profissões no mundo virtual, como designers de moda, construtores de estruturas virtuais (civil, naval, automotiva, aeronáutica ...), decoradores, corretores imobiliários, promotores de eventos, produtores artísticos, ... Muita gente fez fortuna na plataforma e outros tantos quebraram, exatamente como acontece no mundo real.


Além dos usuários pessoas físicas, apareceram vários usuários pessoas jurídicas, como a IBM e a HP que passaram a testar a plataforma para reuniões virtuais com parceiros e clientes ao redor do mundo. Outras companhias usaram o mundo virtual para produzir eventos de marketing e lançar coleções na plataforma.


A plataforma SecondLife se tornou, por um tempo, uma realidade paralela onde as leis da física e as distâncias geográficas não eram válidas...


Bem, isso foi sucesso nos anos 2000, porém foi caindo no esquecimento a partir de 2007. Vários são os motivos, como se pode ver nessa reportagem de 2013.


Essa história se refere a um Metaverso! O que? Esse tal de metaverso já tem mais de 23 anos? Pois é, já é bem velhinho se considerarmos a velocidade das evoluções tecnológicas. E, não! Não é o Facebook que começou a surfar a onda dessa tecnologia em 2022! Existem muitos projetos em andamento que trabalham como simuladores de um mundo virtual. Basta ver que a grande maioria dos jogos digitais da atualidade são, na realidade, mundos virtuais específicos para uma narrativa. Se um dos motivos do declínio do SecondLife foi o nível dos gráficos disponíveis (vide reportagem), podemos ver que isso não é uma limitação hoje em dia, onde a realidade de alguns títulos beira a perfeição. Além disso, equipamentos, como os óculos de realidade mista, estão se tornando mais eficientes, leves e baratos para permitir, em breve, a imersão completa.


Então o que há de novo em relação aos metaversos? Primeiro a tecnologia Blockchain que permite a criação de empresas autónomas descentralizadas (DAO - Decentralized Autonomous Organizations), moedas virtuais e NFTs, fora milhões de outros usos que estão vindo por aí.


Uma DAO, como a plataforma The Sand Box (um dos projetos de metaverso atuais), nada mais é do que um grupo de pessoas que adquirem um determinado token (nesse caso o SAND) e passam a cooperar através de um contrato inteligente depositado na plataforma Ethereum. Esse contrato inteligente funciona como um APP, unindo esses usuários para decidir o que deve ser feito para que a plataforma The Sandbox progrida e cresça. Quanto mais tokes SAND o usuário detiver, mais importante será seu voto nas decisões.


Como no SecondLife, itens podem ser transacionados nessas plataformas, na atualidade, nada mais natural do que usar criptomoedas como forma de pagamento, pois elas podem ser usadas por pessoas em qualquer lugar do mundo, e em qualquer plataforma desse tipo. O SAND por exemplo, é um token depositado na Ethereum, podendo ser comercializado como qualquer outro token digital.


Também como no SecondLife, a propriedade intelectual é de propriedade de quem a criou, então, nada melhor do que atrelar um NFT a essas propriedades para que elas existam no mundo digital como um todo e não apenas dentro uma plataforma. Isso permite que essa propriedade seja comercializada em qualquer serviço de compra e venda de NFTs.


Por fim, no SecondLife existiam pessoas prestando serviços, shows e amostras de arte sendo feitos, companhias fazendo reuniões e vendendo, alunos tendo aulas, coisas sendo construídas, enfim, um mercado cheio de oportunidades para profissionais que aderirem ao digital. O que você acha que vai existir nas plataformas atuais? O Roblox é um exemplo de metaverso onde muitos ganham dinheiro produzindo jogos, construindo terrenos (mapas), desenvolvendo armas, criando avatares e suas vestimentas.


O que o eu e você temos a ver com o Metaverso? Tudo! Sua vida profissional, e talvez boa parte da pessoal, vai ser vivida em alguma plataforma desse tipo.


Pronto para se tornar digital?


O TechSocial, com seu conteúdo e serviços, pretende motivar as pessoas, independente de faixa etária e posicionamento na carreira, a encarar o desafio de sobreviver em um mundo BANI (Frágil, Ansioso, Não linear e Incompreensível).


A função do Hilight é mostrar a transdisciplinaridade e a interdisciplinaridade necessária para navegar no Ambiente 21 (A21), agregando os mais variados assuntos sob vários pontos de vista, para que você perceba as conexões que, muitas vezes, não estão muito claras.


#StartupSE e #insPIREse!


Um grande abraço e até a próxima semana...




background_techsocial.jpg

Sejá notificado dos lançamentos das novas ConversasTECH! E também das novidades e necessidades no NOVO MUNDO!

Nos Siga nas redes sociais...

  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
  • Preto Ícone RSS

Obrigado!