Você sabia que o século 21 exige uma percepção apurada dos DETALHES?


Highlight da semana:


Você sabia que o século 21 exige uma percepção apurada dos DETALHES?


"Você sabia que o Século 21 exige a percepção dos detalhes do ambiente de vida/trabalho/negócio? As crenças da sua cultura são filtros do que percebemos! Para perceber detalhes diferentes, mude a sua cultura (suas crenças)". Post na rede social IG do TS (TechSocial) na segunda 21/03.


Uma metáfora que se alinha perfeitamente com a vida no século 21 é o andar de bicicleta! Como assim? A sigla que define o nosso mundo hoje é BANI (do inglês: Frágil, Ansioso, Não-linear e Incompreensível), uma situação em que cada instante é único e, portanto, não repetível. Não se consegue planejar para o futuro pois ele simplesmente é desconhecido até o momento em que acontece. Alguma similaridade com o que sentimos quando andamos de bicicleta? Num passeio com esse transporte, estamos sempre percebendo e respondendo aos insights que chegam a todos os momentos, ou seja, uma adaptação constante em tempo real. Se falhamos em perceber o que nos rodeia e não nos adaptamos rápido o suficiente, caímos! Se a anti fragilidade for suficiente, nos levantamos, aprendemos algo com o que aconteceu (conhecimento esse que ficará marcado no nosso cérebro, pois o susto da queda criará caminhos sinápticos que dificilmente se desfarão com o tempo) e seguimos em frete, mais sábios e mais confiantes. Caso contrário, permanecemos no chão e a aventura se encerra, desistimos...


Todos nós temos apenas cinco sensores que nos ligam ao nosso ambiente exterior: visão, audição, paladar, olfato e tato. A combinação dos impulsos nervosos gerados por eles, processados pelo nosso cérebro, nos permitem "ver", "ouvir", "saborear", "cheirar" e "sentir" o mundo. Por que as aspas? Porque cada cérebro é único e moldado dependendo do repertório de vida do portador, logo, os processos cerebrais que criarão as sensações de cada pessoa são diferentes. Cada repertório de vida representa uma associação entre o dia a dia vivido (caminhos sinápticos) e a CULTURA dessa pessoa.


O mudo que cada um "sente" é um "filme" criado pelo nosso cérebro. Ele é quem decide o que assistimos no nosso dia a dia. Você já percebeu que não consegue ver seu nariz? Ou que, mesmo os nossos olhos tendo um ângulo de abertura pequeno, o que cria vários pontos cegos na nossa visão, quando olhamos para qualquer lugar sempre vemos uma imagem contínua e sem pontos escuros? O cérebro cria essa continuidade fake para ficar mais legal para nós (muito do que vemos, nós realmente não vimos rsrs)... Um livro fantástico que nos dá uma visão clara sobre como isso acontece e que eu recomendo é: Você não é tão esperto quanto pensa: 48 maneiras de se autoiludir de David Mcraney. Depois de ler você vai "ver" o undo de forma diferente!


Temos aqui dois filtros que precisamos conhecer e considerar para andar na bicicleta do século 21 com o menor número de quedas possível: 1) como o nosso CÉREBRO trabalha; e 2) como a nossa CULTURA afeta o processamento dos sinais dos nossos sensores externos.


Para o item 1, o conhecimento e a consciência constante do que realmente o nosso cérebro está fazendo, permite não acreditarmos de pronto em tudo que aparece em nossa mente. Para o item 2, o conhecimento e a consciência que a nossa cultura, em especial as nossas CRENÇAS (que definem nossa moral) sobre o que é certo ou errado ou de como é o "correto" para as coisas e atitudes (preconceitos), obscurecem o resultado do processamento dos sinais vindos dos nossos sentidos. Juntado os dois itens, podemos dizer que devemos procurar a CLAREZA.


Nosso mundo mudou MUITO, então precisamos adotar novas regras de entendimento para que possamos continuar a viver. Abandonar a cultura do século XX e adotar a CULTURA do século 21. Um exemplo e tal cultura é a Startup YOU que o TechSocial usa e ensina.


Quer saber mais? Entre em contato com a gente...


Um grande abraço.


O TechSocial, com seu conteúdo e serviços, pretende motivar as pessoas, independente de faixa etária e posicionamento na carreira, a encarar o desafio de sobreviver em um mundo BANI (Frágil, Ansioso, Não linear e Incompreensível).


A função do Highlight é mostrar a transdisciplinaridade e a interdisciplinaridade necessária para navegar no Ambiente do século 21 (A21), agregando os mais variados assuntos sob diversos pontos de vista, para que você perceba as conexões que, muitas vezes, não estão muito claras.


#StartupSE e #insPIREse!




background_techsocial.jpg

Sejá notificado dos lançamentos das novas ConversasTECH! E também das novidades e necessidades no NOVO MUNDO!

Nos Siga nas redes sociais...

  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
  • Preto Ícone RSS

Obrigado!